terça-feira, 17 de abril de 2012


Eu?
Eu passo a vida fingindo, fingindo ser quem eu nunca fui, e quando se conta uma mentira, ou você a carrega durante muito tempo ou perde todas as suas referências (que são falsas, sim, mas são as únicas que te mantém em pé).

Aí fico aqui estagnada, hora ou outra penso em jogar tudo para o alto e voltar... É quando eu percebo que não tenho para onde voltar e a única alternativa é seguir adiante, pra talvez um dia, abandonar todos os sapatos 36 e ficar descalça de novo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário